COMO SE TORNAR FREELANCER

Quer atingir uma remuneração maior ou simplesmente busca por maior autonomia e flexibilidade de horários? Então você precisa descobrir como se tornar freelancer e conhecer todos os benefícios desta profissão. Então, fique comigo nesse artigo. 

Ele pode ter liberdade para trabalhar de onde quiser, controlar os seus próprios horários, trabalhar sem interrupções, conseguir equilíbrio pessoal e profissional, além de poder aumentar o seu faturamento.

No entanto, um profissional de sucesso deve seguir algumas orientações para conquistar esses benefícios. 

Neste artigo, vamos listar diversas dicas para que você aprenda a se tornar freelancer e ser um ótimo profissional da área. 

Quer ter autonomia para construir os seus projetos e aumentar o seu faturamento mensal? 

Então, continue lendo este artigo e aprenda agora mesmo como se tornar freelancer.

Afinal, como se tornar freelancer? 


Existem diversas dicas que ajudam um profissional a se tornar um freelancer. 

Veja abaixo algumas orientações que separamos neste artigo.

Tenha organização 


O primeiro passo para ser um freelancer é ter uma boa organização. Ela é fundamental para gerenciar projetos e acompanhar os prazos das suas demandas. 

O seu planejamento pode ser diário, semanal ou mensal. O importante é colocar tudo no papel para ter controle da situação. 

Se você não tem organização, provavelmente, perderá o foco. O registro das tarefas ajuda lembrá-lo que sempre tem uma demanda para resolver. 

O planejamento pode ser feito por meio da velha e boa agenda ou por aplicativos. Existem diversas alternativas para ajudá-lo nesse processo. 

Os aplicativos mais comuns de organização são: Trello, Evernote, Google Keep e Microsoft OneNote. Escolha aquele que mais combina com o seu perfil e as suas necessidades. 

Horário de trabalho 

No planejamento, o freelancer deve separar os horários para executar as demandas do trabalho. 

Isso é muito importante para evitar o acúmulo de tarefas e o cansaço durante o expediente. 

O planejamento de horários ajuda a entender quantas tarefas você consegue executar a cada dia e em quais momentos do dia é mais produtivo. 

É fundamental deixar claro que o freelancer também deve separar os horários para descanso e horário de almoço. 

As pequenas pausas são essenciais para recuperar a energia. 

Além disso, estabeleça um horário para iniciar e terminar as atividades. Afinal, você precisa equilibrar a vida pessoal e profissional. 

O lucro do seu trabalho é muito importante. No entanto, a sua qualidade de vida é essencial. 

Respeite os seus compromissos 

O trabalho de freelancer traz várias responsabilidades para o profissional. Ele deve se preocupar com prazos, qualidade das tarefas e relacionamento com os clientes. 

A vantagem de trabalhar no conforto do lar, a possibilidade de definir o cronograma de tarefas e o hábito de acordar tarde não aparece da noite para o dia. 

Isso só é possível para aqueles profissionais que tem compromisso com o trabalho, que conseguem lidar com as distrações do lar e entregam as demandas dentro do prazo. 

Para ter os benefícios de viver como freelancer, seja responsável. Caso contrário terá dificuldades em conseguir mais clientes. 

Uma das formas de adquirir as vantagens em ser freelancer é definir metas diárias. 

Se você produz artigos, estabeleça um limite de artigos para desenvolver ao longo do dia. 

Se é fotógrafo, escolhe um número de ensaios para fazer durante o dia. 

Esse planejamento pode ser feito com base em seu orçamento. Defina quantas demandas são necessárias para arcar com os seus gastos.  

Neste momento, você deve escolher somente metas realistas. Elas são ideais para ajudá-lo a bater metas, evitar a procrastinação e a desmotivação quando o trabalho não for concluído com sucesso.  

Uma boa dica é seguir o conceito das Metas SMART. 

Ela defende a ideia de que uma boa meta deve seguir 5 fatores: S (específica), M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal). 

Ganhe recompensas

Um freelancer não pode ter a sua rotina preenchida somente com trabalho. Durante o planejamento, defina algumas recompensas caso alguma meta seja cumprida. 

Os tipos de benefícios podem ser escolhidos pelos próprios freelancer. 

As recompensas mais comuns são: pausa para ler um livro, ir a academia, um novo item para o guarda-roupa, uma viagem, um jantar romântico com o namorado, uma noite divertida com as amigas, entre outros. 

Estruture o seu negócio

Um freelancer não pode desenvolver o seu trabalho de qualquer forma. Ele deve seguir algumas orientações que são usadas até por grandes empresas. 

É necessário, por exemplo, fazer um plano de negócios, analisar o mercado, definir o escopo de trabalho e o tipo de cliente ideal para os seus objetivos. 

Em um primeiro momento, essas tarefas podem parecer complicadas. No entanto, na internet você encontra diversos cursos gratuitos que abordam esses temas. 

Faça uma poupança

O freelancer de primeira viagem deve fazer uma poupança para não ficar desesperado em caso de imprevistos. 

Um problema em seu carro ou uma doença na família pode atrapalhar o seu rendimento como profissional e fazer com que você aumente o número de demandas para suprir as suas necessidades. 

Se precisar de ajuda, procure um especialista no assunto e aprenda como controlar o seu dinheiro da melhor forma. 

Precifique o trabalho corretamente

Um freelancer pode precificar o seu trabalho de duas maneiras: cobrar após a finalização do projeto ou por cada hora trabalhada. 

Claro, o tipo de remuneração dependerá do seu segmento. No entanto, esses são os formatos mais comuns do mercado de trabalho. 

Geralmente, os profissionais preferem cobrar o serviço por hora. Em alguns casos, uma demanda parece simples, mas demandará mais horas do que o planejado. 

Se esse problema ocorrer em sua rotina de trabalho, terá dificuldades para bater metas e seguir o planejamento, pois o horário foi ocupado com uma demanda que não estava prevista. 

Escolha o seu local de trabalho 

O trabalho em casa exige prestar atenção em pequenos detalhes para ter uma rotina produtiva e eficiente. 

Uma das escolhas mais importantes está relacionada ao seu local de trabalho. 

Você precisa escolher um ambiente com pouco barulho, espaçoso, iluminado e aconchegante. 

O mais importante é que seja um local que tenha o seu estilo e seja de fácil adaptação. 

Estude!

O freelancer não pode concentrar as suas energias somente em trabalho. Ele deve reservar um momento para estudos. 

O mercado muda constantemente e a falta de monitoramento pode impedir que você crie projetos inovadores para os seus clientes. 

Por isso, faça cursos, leia livros e escute podcasts. A diversificação de mídias ajuda a absorver conhecimento em qualquer horário do dia. 

Faça a prospecção de clientes 

A prospecção de clientes é bastante importante na carreira de um freelancer. Ele deve encontrar caminhos para conseguir novos contratos e aumentar o seu faturamento. 

Independente da sua área de atuação, novos clientes podem surgir por meio de amigos, parentes, indicação de clientes atuais ou antigos colegas de trabalho. 

O linkedin também é uma ótima ferramenta para encontrar novos parceiros de negócios. Por isso, recomendamos seguir pessoas da área para encontrar oportunidades de trabalho. 

Existe vários sites que publicam vagas para freelancers de diversos segmentos. 

  • Upwork; 
  • Toptal; 
  • Fiverr;
  • 99Designs;
  • Rock Content;
  • Workana; 
  • Prolancer;
  • 99 freela;
  • GET Ninjas;
  • Busca freela. 

Para aumentar as chances de contratação, lembre-se de fazer um lindo portfólio, com um belo design e ótimos conteúdos. 

Essa ferramenta permite incluir os seus melhores projetos. Grande parte das empresas solicitam esse tipo de informação para conhecer melhor as habilidades do candidato. 

Faça contratos 

Antes de iniciar um trabalho, o freelancer deve produzir um contrato para a empresa assinar.

Dessa forma, é possível alinhar as principais expectativas sobre o projeto, como: prazo para concluir a demanda, forma de pagamento, regras, entre outros. 

O acordo deve ser feito em formato digital. 

Seja um MEI 

O freelancer deve fazer o registro do seu trabalho no Microempreendedor Individual (MEI). 

Essa simples atitude pode trazer vários benefícios, entre os quais: ter um CNPJ, recolhimento facilitado de impostos, licença maternidade e credibilidade profissional. 

O processo de cadastro é bem simples e pode ser feito pela internet

Cuide da sua reputação 

O seu marketing pessoal é muito importante para conquistar novos clientes e manter os clientes atuais. 

Portanto, tenha uma boa postura durante as reuniões com os seus clientes, pois transmite credibilidade. 

Outra dica interessante é ter cuidado com a presença nas redes sociais. Evite participar de conflitos e temas polêmicos 

Uma opinião política, por exemplo, pode prejudicar relações futuras com os clientes. 

Preste atenção nos feedbacks 

Nunca é demais lembrar sobre a importância de ouvir os feedbacks dos seus clientes. Eles têm o hábito de enumerar os pontos fortes e fracos do seu trabalho. Você deve ouvi-los com atenção e usá-los como aprendizado para as próximas parceiras. 

É impressionante o número de benefícios e oportunidades que o trabalho como freelancer pode trazer para a sua rotina. 

No início, você pode sentir dificuldade para organizar a rotina e manter a concentração. Porém, aos poucos, será mais fácil cumprir as demandas. 

Agora você já sabe como se tornar um freelancer, você pode trabalhar tanto de casa ou trabalhar com eventos, as possibilidades são muitas.

Escolha como você quer começar como Freelancer e inicie agora mesmo nessa área e surpreenda-se com os benefícios dessa profissão.

Deixe um comentário